comercio electronico em portugal
Apesar da conjuntura económica em Portugal, o negócio de vendas online continua a evoluir favoravelmente, indica o Barómetro trimestral ACEPI/Netsonda para o primeiro trimestre de 2012.



A indicação que 57% dos sites inquiridos, teve um crescimento nas vendas online face ao período homólogo de 2011, com 27% dos casos onde as  taxas foram superiores a dois dígitos percentuais, é um dos indicadores de que o comércio electrónico está a contrariar a crise que atinge o comércio tradicional.

Outros dados relevantes, indicam que do total de sites inquiridos, 30% registaram um volume de vendas superior a 1 milhão de euros, 65% aumentou o número de clientes online e 43% dos sites revelou ter a expectativa que o seu volume de vendas aumente no próximo trimestre.

As principais categorias de produtos e serviços transaccionados neste período foram Livros/Revistas e Casa/Arte/Decoração;

O Presidente da Associação de Comércio Electrónico e Publicidade Interactiva, afirma a propósito dos resultados do inquérito, que o comércio electrónico continua a resistir à crise económica e a afirmar-se cada vez mais como um espaço fundamental para o desenvolvimento e crescimento das empresas portuguesas. Os portugueses estão a comprar e a vender cada vez mais no online.

Fonte: acepi.pt